2
COMPARTILHAMENTO
Pinterest Google+

Quando pensei em viajar para o Rio Grande do Sul quis incluir no roteiro lugares fora da rota turística de Gramado e Canela. Um dos motivos de querer fugir desse roteiros tradicionais é a super lotação turística, em qualquer época do ano. Viajei pelo estado do Rio Grande do Sul por mais de 40 dias e descobri locais fantásticos, uns mais conhecidos e outros menos. Alguns desses, estão tão próximos a Gramado e Canela, que valem a pena pensar em incluí-los no roteiro, como é o caso do Templo Budista de Três Coroas e o Parque dos Aparados da Serra. Se você nunca ouviu falar desses lugares, prepare-se para descobrir o que mais a Serra Gaúcha pode lhe oferecer.

1. Três Coroas

Um dos principais atrativos de Três Coroas é o Templo Khadro Ling, primeiro templo budista tradicional da América Latina e o maior Tibetano da América do Sul. Construído em 1998, está localizado a 25km de Gramado, é uma ótima opção para conhecer em um bate e volta. A visitação é gratuita e os horários de funcionamento são de quarta à sexta, das 9h30 às 11h30 e das 14h às 17h. Nos sábados e domingos das 9h às 16h30. Nas segundas e terças o local é fechado para visitação. Khadro Ling é um centro de práticas e estudos dos lamas e praticantes de Budismo Tibetano. Por ser uma organização sem fins lucrativos é mantido por meio de doações e trabalho voluntário.

Para saber sobre o templo, leia esse post → Templo Budista Khadro Ling, um pedaço do Tibete na Serra Gaúcha

templo-budista-tres-coroas-5

templo-budista-tres-coroas-4

templo-budista-tres-coroas

2. Cambará do Sul

Localizada a 186km de Porto Alegre e a 120km de Gramado, é a cidade porta de entrada para o Parque dos Aparados da Serra e a Serra Geral, que cada vez mais, ganham espaço no circuito turístico na Serra Gaúcha. Berço de uma formação rochosa exuberante, a região é conhecida como a Terra dos Cânions, ideal para os amantes do turismo de aventura e ecoturismo. Cercado de cachoeiras, araucárias e florestas de Mata Atlântica, os cânions de aproximadamente 900 metros de altura, com 8 quilômetros de extensão, formam uma das paisagens mais bonitas do Brasil.

Para conhecer a região, leia esse post → Cambará do Sul, porta de entrada para os cânios brasileiros

cambara-sul-5

cambara-sul-1

cambara-sul-4

3. Boqueirão do Leão

Essa cidade não fica exatamente na Serra Gaúcha, mas sim no Vale do Rio Pardo, próximo à região. Com uma beleza natural ainda pouquíssima explorada, a pequena cidade de Boqueirão do Leão é muito conhecida pelos moradores da região que visitam o lugar, principalmente nos feriados e finais de semana. Entre araucárias centenárias, correm rios que formam um cenário único, onde a natureza descansa, quase intocada pelo homem. Não é fácil ter acesso a grande parte das cachoeiras e trilhas, mas se você tiver um espírito explorador, aqui é o lugar!

Conheça as belezas naturais de Boqueirão do Leão -> Descubra os encantos das trilhas e cachoerias no Vale do Rio Prado

boqueirao-do-leao

boqueirao-leao-2

boqueirao-leao

4. Sério

O município localiza-se na região central do estado, a poucos quilômetros de Boqueirão do Leão, e assim como seu vizinho destaque-se pela paisagem. Sério localiza-se no Vale do Taquari sendo cercado de vales, montanhas, paredões e cachoeiras, que atrai aos poucos, pessoas em busca do contato com a natureza e a simplicidade do interior gaúcho. A agência de turismo Life – Natureza e Lazer organiza caminhadas e cada trilha tem um tema diferente. A agência foi criada justamente para explorar o ecoturismo na região. Muitos moradores locais estão engajados no movimento afim de desenvolver cada vez mais o turismo em Sério.

serio-rio-grande-sul-3

 

serio-rio-grande-sul-2

serio-rio-grande-sul-5
Fotos: Ronei Feix

5. Ecovila Karaguatá 

Tudo começou com uma pequena casa para abrigar uma família de quatro pessoas. Ao longo do tempo, outros moradores foram chegando e a casa foi se transformando… Todos que ali chegam são acolhidos com muita amorosidade. “O que nos une é o cuidado consigo, com o outro, com a natureza, com todas as consciências.” E assim é a Ecovila Karaguatá, que preza por todas as relações e baseando-se no coletivo, todos podem somar de alguma forma com a comunidade. Lá existem várias atividades periódicas, como mutirões, trabalhos na terra, meditações e tratamentos individuais como acupuntura, florais, massagem sonora, entre outros. Todas as vivências são baseadas na troca ou contribuição solidária. Cada um recebe e contribui como pode e necessita.

ecovila-Karaguata-2

ecovila-Karaguata-3

ecovila-Karaguata-1

ecovila-Karaguata


Booking.com

Post anterior

Salento: uma das principais rotas do Triângulo do Café colombiano

Próximo post

Boqueirão do Leão: descubra os encantos de trilhas e cachoeiras no Vale do Rio Pardo

11 Comentários

  1. Monica
    23/01/2017 at 20:00 — Responder

    Amaei Cambara!! A cidade é muito diferente do que estamos acostumados. A primeira impressão, é que não existe moradores, tudo muito sossegado.
    Os canyons é de uma beleza inexplicável. É de encher os olhos de lagrimas de tanta emoção!
    Com certeza ainda volto a Cambará.

    Uma outra cidade na qual gostei muito, foi Nova Petrópolis. A cidade é cheia de charme! Linda de mais!!
    Bjkas

    • 02/02/2017 at 0:17 — Responder

      Olá Mônica! Realmente os canyons são emocionante, eu fiquei encantada com aquela região. Agradeço por compartilhar a dica de Nova Petrópolis, ainda não conheço. Beijos!

  2. Carla
    11/01/2016 at 10:36 — Responder

    Cris, simplesmente amei seu blog!
    Algo somos parecidas…sou sagitariana nata e esse ano me formo em Turismo!

    Obrigada pelas dicas!
    Grande beijo!

  3. Deijan Schmidt
    17/06/2015 at 16:39 — Responder

    Olá Cris,

    Parabéns por ter postado estes lugares lindos. Sou Gaúcho e desconheço alguns lugares.

    Minha experiência como mochileiro, é pequena, com certeza colocarei estes lugares no roteiro das próximas viagens.

    Beijão e que venham mais lugares…

    • 24/06/2015 at 21:49 — Responder

      Olá Deijan, fiquei encantada em conhecer esses locais que conheci. Espero um dia voltar e desbravar novos lugares.

      Grande abraço!

  4. Maysa Jardim
    26/03/2015 at 12:43 — Responder

    Realmente é lindo demais!!! Já conheço Cambará do Sul e gostaria de conhecer estes outros lugares, achei demais!!!!
    Abraços

  5. 23/03/2015 at 11:30 — Responder

    Nossa… tem lugares dessa lista que nem tinha ouvido falar!
    Vou ter que aumentar a minha lista de lugares para conhecer na Serra Gaúcha!
    Você conhece pessoalmente esses lugares?
    Bjs | http://www.dicasgramado.com.br

    • 23/03/2015 at 16:23 — Responder

      Olá Flávia, conheci pessoalmente todos os lugares, inclusive Gramado e Canela. hehe
      Inclua na sua lista, pq vale a pena. 😉
      Bjos

  6. 23/03/2015 at 10:02 — Responder

    Cris, que post show. Vou usar essas diquinhas em breve. Um bjo!!!!

    • 23/03/2015 at 16:26 — Responder

      Oi Rafa, sempre tem o “lado B” do turismo e pra lá que eu vou! hehe Quando visitar algum compartilhe comigo como foi.
      Beijo grande!!!

Responder para

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *