0
COMPARTILHAMENTO
Pinterest Google+

Que tal fazer de sua visita na Chapada dos Veadeiros uma vivência fotográfica?

O projeto NUde-se (FotoTerapia), da fotógrafa Melissa Maurer, é uma experiência de autoconhecimento, confiança, entrega e aceitação. O Projeto teve início em outubro de 2015 e até agora foram mais de 100 pessoas retratadas.

Ela te convida a despir de seus medos, julgamentos, vergonhas e traumas, para se integrar à natureza interna e externa do seu próprio ser. A Mel tem um olhar cuidadoso e todas as fotos são feitas de forma natural, sem maquiagem, sem acessórios ou uso de Photoshop. A proposta é retratar o nu em harmonia com a natureza, onde os corpos são camuflados em meio ao cerrado

 ⠀
Antes de começar a fotografar, já na natureza, a Mel pediu para fechar os olhos e me conectar com tudo que estava a minha volta. Esses segundos em silêncio foram muito importantes para tomar consciência do “meu aqui e agora” e aos poucos fui me despindo das vergonhas do meu próprio corpo. Quase todas as fotos são feitas de olhos fechados, sem exposição completa do corpo. Me senti conectada, sendo conduzida para um estado de plenitude em total conexão. Eu senti o vento, o toque das plantas, o calor do sol, a força das árvores… Não havia nenhuma postura incômoda, até mesmo quando subi na árvore nua. A minha sensação era de estar completamente integrada com toda à natureza. A sensação de liberdade e integração acontece naturalmente e faz com que a sessão flua de forma leve e descontraída.⠀

De todos os registros que tenho da Chapada dos Veadeiros, que não são poucos, esses certamente são os mais bonitos e verdadeiros. 

Essa é uma experiência linda para quem vem para Chapada dos Veadeiros e quer vivenciar outras formas de memórias do lugar. Permita-se! Nude-se! ⠀

O ensaio dura cerca de 2 horas e o local é escolhido pela Mel, que já sabe os melhores lugares escondidos em Alto Paraíso, Chapada dos Veadeiros. O horário é sempre pela manhã ou no final de tarde, quando a luz está favorável.

  • O tempo de entrega é de 15 dias úteis após o ensaio;
  • São 80 fotos digitais editadas em alta resolução.

Para conhecer mais do trabalho da Mel: instagram.com/melmelissamaurer

Você já sentiu vergonha do próprio corpo ao ponto de deixar de entrar na cachoeira ou no mar? Você já sentiu vergonha do próprio corpo ao ponto de não querer viajar para um lugar, pois sabia que ficaria muito exposta de biquíni? Você já sentiu vergonha do próprio corpo quando se viu em um lugar onde os padrões são a única referência? ⠀

Você já sentiu vergonha, eu sei. Pois também já me senti assim e por isso, te acolho sem julgamentos. Eu já passei por meus processos de negação do corpo e mesmo sendo uma mulher magra, “dentro dos padrões”, via em mim muitas imperfeições.

Até que um dia, meditando perto de rio, entendi que a perfeição é tudo aquilo que é real, que está aqui e agora. A imperfeição que via no meu corpo era apenas uma projeção de algo que gostaria que fosse, mas não era. Sou perfeita da maneira que sou, pois o que vejo no espelho é a única verdade. O corpo mais bonito é o corpo livre!

Não acredite quando dizem que você precisa ter um corpo para “isso” ou para “aquilo”. Precisamos reaprender a sermos felizes com o que temos e agradecer por isso. Te proponho um desafio: fique nua, se olhe no espelho e perceba cada perfeição do seu corpo. Que ele não seja um impedimento para nada que queira fazer, nunca!

Passamos a vida escondendo nossos corpos por causa de um padrão criado por pessoas que nem sabemos que são, que não nos conhecem e não sabem nossos anseios. NUde-se, mulher! Liberte desse (pre)conceito que te faz acreditar que habita em um corpo errado. Eu não te vejo, mas tenho certeza que você é linda! 

Post anterior

Mirante da Janela: a vista mais espetacular da Chapada dos Veadeiros

Próximo post

É seguro mulher viajar sozinha para o Deserto de Atacama?

No Comment

Responder para

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *