0
COMPARTILHAMENTO
Pinterest Google+

As tardes quentes em Berlim não são as mesmas depois da Badeschiff, uma piscina flutuante dentro do Rio Spree. Criada pela artista Suzanne Lorenz, inaugurada no verão de 2004. O fundo de um velho navio cargueiro foi transformado em uma piscina aquecida, com 32 metros de comprimento e 2 metros de profundidade. Mesmo que você não queira nadar é um lugar super agradável para passar o dia ou aproveitar o final de tarde.

Na orla da piscina ainda tem espreguiçadeiras e uma areia fina, dando a ideia de praia. Além disso o lugar conta com vestiários, chuveiros externos, banheiros, bar e restaurantes, sempre com boa música ao vivo ou som de Dj’s. No verão quanto mais cedo chegar melhor, o deck fica lotado e pode ser difícil encontrar um lugar para aproveitar o sol. Nessa época, também é possível fazer aulas de stand up e yoga.

berlim-Badeschiff
Foto: inhabitat

piscina-berlin

Até 2015, durante o rigoroso inverno — que chega a congelar o Rio Spree — o espaço era transformado em Winterbadeschiff, com uma estrutura coberta, climatizada e saunas. Atualmente não tem sido mais usada no inverno.

Um fato curioso sobre Badeschiff, que na tradução literal significa “navio-piscina”, é que ela não foi criada com a intenção de ser um ponto fixo de uso público na cidade. A proposta da piscina era ser uma obra interativa temporária para trazer o tema sobre a poluição do rio, que é impróprio para banho. Mas o sucesso foi tanto que a piscina não foi desmontada e hoje é um dos lugares mais badalados de Berlim.

piscina-berlim

piscina-berlin-2

Horário de funcionamento: das 8h às 00h

Taxa de entrada: 5,50 euros

Como chegar: A estação mais próxima da piscina é a Treptower Park. A piscina está localizada na Arena Berlin, em uma zona industrial da cidade. A entrada é um pouco escondida, mas se você seguir pela orla logo verá a piscina flutuante no rio. Atenção: vindo pela orla você terá que dar um voltinha e entrar pela Schlesische. Vai parecer que você está perdido(a) entre prédios abandonados, mas não está. É por ali mesmo!

Site: www.arena.berlin

Post anterior

Cachoeira Santa Bárbara, bárbara!

Próximo post

Áustria: Klagenfurt e a maior torre de madeira do mundo

No Comment

Responder para

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *