9 dicas para você seguir caso se perca numa trilha

0
111

– Ai, meu Deus! Onde é que a gente tá?

No final do ano passado, meus amigos e eu nos perguntamos isso algumas vezes. Ficamos perdidos na trilha entre a Cachoeira do Indaiá e a queda do Itiquira, em Formosa (GO).

Éramos cinco. Meu melhor amigo e eu já tínhamos ido algumas vezes, mas, sei lá porque deixamos um dos outros integrantes do grupo, que nunca tinha pisado lá, ir na frente. Ele começou a seguir um grupo qualquer e quando nos demos conta estávamos subindo um morro extremamente íngreme, com um desfiladeiro do lado e um terreno que mal dava para colocar o pé, caminho que apelidei carinhosamente de “trilha do bode”.

Se alguém já tiver passado por lá e tiver dado outro nome, me perdoe.

Bem, aquilo nunca fez parte da trilha. Nos separamos do outro grupo e tentamos voltar para trilha que conhecíamos. Vagamos que nem uns condenados. Indo e voltando várias vezes, num sol lascado, andando pelo meio do mato até que finalmente encontramos o caminho correto.

Já passei por outros sufocos, perdida por aí em situações bem piores. Pensando nisso, decidi reunir aqui algumas dicas sobre o que fazer caso você se perca durante suas andanças no meio do mato e não tiver telefone ou GPS.

1. Fica frio!

Pois é… É óbvio, mas é primordial: ficar estressado só vai reduzir sua capacidade cognitiva para achar uma solução e voltar para o caminho certo. Não perder a cabeça te ajudará a pensar o que deve ser feito.

2. Atue de forma colaborativa

Pense junto com seu grupo o que pode ser feito. Ouçam quem já fez a trilha, quem tem mais informações, quem tem mais senso de direção. E, PELO AMOR DE DEUS, não arranje briga agora. Não seja aquele chato que fica dizendo: “eu avisei, disse que não era por aqui, você sempre me mete em furada”. Sei lá mais o quê. Sério mesmo, não seja um chato e nem promova a discórdia. Você pode ter toda a razão do mundo, mas segura a onda e desconta a raiva depois. Se não pode colaborar, fica quietinho e dá apoio pro coleguinha, tá?

3. Ache um ponto de referência

Agora que você garantiu que a mente tá no lugar certo, vamos aos pontos práticos. Nunca ande à toa que nem uma barata tonta. Viu que tá perdido, para e pensa. Tente encontrar pontos de referência. A não ser que você esteja no deserto, é bem provável que vai ter sempre algum ponto de referência que não seja o sol. Um morro, uma vegetação diferente, um rio, uma árvore mais alta, umas pedras grandes. Lembre onde essa referência estava e tente voltar para aquele ponto.

4. Coloque pontos de referência

Lembra do João e Maria e das migalhas? Agora é hora de usar tudo que você aprendeu na infância. Comece a deixar rastros na trilha. Isso é para evitar que você fique andando em círculos e não saiba por onde já andou, se já passou por ali ou não. Você pode quebrar um galho, fazer montinhos com pedras…

5. Atenção ao seu corpo

Como você provavelmente vai ficar andando mais do que o planejado, pelo menos neste começo enquanto tenta se localizar, cuide do seu corpo. Principalmente com o sol! É a hora de usar o boné, a camisa de manga longa, se proteger. Se não tiver boné ou chapéu, pode usar toalhas, cangas e afins para proteja a cabeça. Tente cobrir todo seu corpo para evitar qualquer arranhão, queimadura ou picada de insetos que causam infecções.

6. Atenção com animais

Nas duas primeiras vezes em que me perdi, tive problemas com animais. Na primeira um boi bravo veio em cima da gente e na outra foi um enxame de abelhas que picou metade do grupo. Por isso, é bom ficar atento. Olhe bem por onde anda! Não ande olhando para o chão, olhe pelo menos cinco metros à frente. Também ande com uma vara, cutucando galhos e árvores, ajuda a espantar animais e ainda serve como defesa. E, por favor, não meta a mão em buracos e nem sente em galhos e árvores caídas no chão. Esses são os lugares prediletos de bichos peçonhentos e cobras.

7. Procure trilhas antigas e rastros

Caso você esteja que nem a gente, com uma trilha que acabou no meio do nada, pode ser melhor voltar do que se embrenhar abrindo uma estrada nova. Volte com olhos mais atentos. Às vezes o mato cresceu e escondeu parte da trilha. Outras vezes foi uma árvore que caiu ou um rio que subiu e encobriu um pedaço dela. Então volte procurando rastros, como um mato mais pisado ou uma clareira mais à frente.

8. Procure lugares estratégicos e faça sinais visuais

Procure lugares mais altos, ou suba em árvores, para ter uma visualização melhor de onde você está. Se não acham o caminho de jeito nenhum, abra uma clareira onde está para ficar mais visível. Se achar galhos, use para escrever SOS no chão ou apenas um X. Outra boa dica é fazer fumaça com troncos secos, que pode ser um ótimo sinal, mesmo de dia. Só não vai provocar um incêndio, ok?

9. Senta e espera

Tem hora que não dá mais. Ficar andando de um lado para o outro só vai fazer vocês gastarem mais energia. Economize comida e água e não se movimente mais do que precisa. Se você achar que não vão te encontrar até o anoitecer, ache um lugar protegido do vento, da chuva e de bichos. E já que tá sentado, faz um vídeo contando a sensação que é se perder… Você vai rir depois. Olha esses nossos aqui!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.