O inusitado passeio às Catacumbas de Paris

0
1219

Hoje vamos conversar sobre um passeio inusitado na França, as catacumbas de Paris. A encantadora Cidade Luz, dispensa apresentações. Cenário de cartões-postais mundialmente conhecidos como o Arco do Triunfo, o Museu do Louvre, a Torre Eiffel, a Avenida Champs-Elysées, a Catedral Notre Dame, entre outros. Paris é uma das cidades mais desejadas do mundo!

Catacumbas de Paris

paris-catacumbas

paris

Catacumbas de Paris

Saindo desses lugares mais conhecidos, que estão à vista dos olhos, você já imaginou percorrer pelo subterrâneo de Paris? Caminhar por túneis com mais de 6 milhões de ossos… de humanos? Esse lugar existe e é considerado o maior ossuário do planeta!

paris-catacumbas-6

Para chegar até os túneis cheios de ossos é necessário descer 130 degraus em espiral, a 20 metros por debaixo da terra. A parte oficial tem uma extensão de aproximadamente 2 quilômetros e estão abaixo das ruas de Denfert-Rochereau. Todo o percurso leva cerca de 45 minutos para ser realizado. A temperatura média é de 12 graus. Se você é claustrofóbico, esqueça!

paris-catacumbas-7

Os túneis subterrâneos se espalham por debaixo de Paris e estudos indicam que foram cavados no século 16. Fundada por romanos, Paris teve um crescimento acelerado cercados de guerras e epidemias que assolaram a história da cidade. Com tantas mortes, os espaços ficaram cada vez menores e mais doenças se espalharam… até que uma hora a situação ficou insuportável. Os cemitérios estavam lotados de corpos de diferentes períodos. O Cimetière des Innocents, o maior e mais antigo da cidade na época, era um dos mais cheios. Segundo consta, chegava ter mais de 1.000 corpos em uma mesma tumba e a quantidade de corpos já ultrapassava 2 metros do chão.

Colocar a ossada nos subterrâneos foi uma alternativa para esvaziar os cemitérios super lotados das igrejas. Só o Cemitério dos Inocentes levou 2 anos para desocupar. No século 18, afim de esvaziar esses cemitérios, os túneis de minas subterrâneas — que existem aos montes em Paris — foram usados para receber os ossos de milhares de parisienses. Um fato bizarro é que quando transferiram os ossos, descobriu-se uma quantidade significativa de gordura dos corpos que ainda estavam em decomposição. E adivinhem o que fizeram? Essa gordura toda foi usada para fabricar sabão e velas. Imagina você usando um sabãozinho da gordura, feito de um defunto que morreu de peste negra na Idade Média? Argh!

Desde o século 18 várias galerias eram ocupadas por contrabandistas, grupos de sociedades secretas que usavam o local para reuniões e rituais, e até mesmo festas clandestinas. Durante a Segunda Guerra, a Resistência Francesa usou uma uma das galerias como quartel.

Em 1960 o governo parisiense, preocupado com o acesso sem controle no lugar, resolveu bloquear grande parte das galerias. Apenas em 1980 é que foram abertas para visitação, porém somente uma parte oficial de acesso. A partir dos anos 90, foram fechadas todas as outras entradas. No total são mais de 300 quilômetros de túneis, como algumas partes onde é necessário arrastar-se entre espaços apertados e caminhar com água até altura da cintura.

Mas não se engane pensando que esses 300 quilômetros estão totalmente protegidos e inacessíveis. Existe um grupo de pessoas que acessam ilegalmente esses túneis e são chamados de cataphiles, uma sociedade secreta que existe desde os anos 80, que exploram o submundo de Paris. Para saber mais sobre esse tema (super interessante!) recomendo o texto do Rafael, do 360 meridianos, que fala sobre a Cidade Secreta das Catacumbas de Paris (clique aqui para seguir o link).

Foi é um dos passeios mais diferentes e interessantes que fiz em Paris. Sem dúvida, com enorme valor histórico e antropológico.

paris-catacumbas-4

paris-catacumbas-5
La lampe sépucrale: foi um dos primeiros monumento. Na época que foi criado o braseiro central era acesso para melhorar a circulação de ar.

paris-catacumbas-8

paris-catacumbas-9

paris-catacumbas-10
Poço de Mahón: esse poço foi cavado para verificar o nível do lençol freático

 

paris-catacumbas-11
Escultura de Mahón: representa o Palácio de Mahón, capital da Ilha de Menorca em Baleares, Espanha. Criada em 1777 a 1782.

 

Evite filas!

paris-catacumbas-3
Fila dobrando o quarteirão

Apesar de ser um local inusitado, as catacumbas de Paris estão cada vez mais conhecidas. A fila para entrar pode ter uma espera de até 2 horas, dependendo do horário e da época. Para evitar aglomerações o limite de pessoas é 200 por dia.

Como chegar: Desça na Estação Denfert-Rochereau do metrô, linhas 4 e 6. As catacumbas de Paris estão na 1 avenue du Colonel Henri Rol-Tanguy.

Horários e tarifas: De terça a domingo, das 10h às 20h. A última entrada é às 19h.  O valor da entrada é de 12€ e 10€ tarifa reduzida.

Site oficial: www.catacombes.paris.fr

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.