A “pequena grande” cidade de Sete Lagoas em Minas Gerais

2
1690

Pequena grande cidade, Sete Lagoas é assim… Localizada a 60 km de Belo Horizonte é conhecida como uma “cidade de passagem”, pois muitos viajantes de carro param na cidade para pernoitar e seguir viagem — principalmente quem viaja para o litoral vindo do centro do Brasil.

Sete Lagoas em Minas Gerais

Quem mora em Sete Lagoas insiste em dizer que não tem nada para conhecer na cidade. E talvez isso seja “meia verdade”. Embora seus principais atrativos turísticos sejam bem fracos, eles existem e contam um pouco da história do local. A Praça Tiradentes, o Museu Histórico, o Museu Ferroviário, a Lagoa Paulino, a Serra de Santa Helena, o Parque da Cascata e à Gruta Rei do Mato, formam o circuito mais visitado na cidade. Desses a Gruta Rei do Mato é o principal deles.

Sete Lagoas

• Museu Histórico é um construção do século XVII e possuí um acervo com fotos antigas da cidade, peças e objetos da época.

• Museu Ferroviário foi um dos principais pontos de expansão urbana em 1896. Hoje, preserva um acervo de objetos usados na ferrovia, além de duas locomotivas.

• Lagoa Paulino é a principal lagoa das sete que existem na cidade – por isso o nome de Sete Lagoas. Na orla têm vários bares e restaurantes.

Serra de Santa Helena

Sete Lagoas fica aos pés da Serra de Santa Helena. Do centro da cidade são apenas 3km até o mirante principal e devido a essa proximidade do centro ela pode ser alcançada em uma agradável caminhada. No cume, os pontos mais visitados são o Parque da Cascata e Mirante da Igreja, uma simples igrejinha colonial.

sete lagoas5

No mês de maio, peregrinos sobem em procissão para celebrar a tradicional Festa de Santa Helena. Essa tradição existe há décadas e mantêm viva a memória cultural da cidade manifestada através da religiosidade.

Com ventos favoráveis para voo, atrai amantes do voo livre que frequentemente enfeitam o céu da cidade. Nos finais de semana é possível fazer voo livre duplo a partir de R$150 (com fotos).

A Serra de Santa Helena também acolhe movimentos alternativos como a Seteecos — Sistema de Expansão em Tecnologias Ecológicas, que busca através da permacultura, agroecologia e bioarquitetura, valorizar por meio de vivências a consciência com a terra em perfeita harmonia entre o coletivo e o meio ambiente.

Já o pôr do sol… é um espetáculo a parte que vale a pena ser contemplado!

Sete Lagoas

Gruta Rei do Mato

Com raras formações rochosas de mais de 6 mil anos é um dos principais pontos turísticos de Sete Lagoas. Localizada bem próxima da cidade, a gruta recebe turistas todos os dias. Os quatros salões vão se revelando à medida que caminha por uma passarela de 220 metros. Apesar de pequena, a gruta guarda raridades como uma formação cilíndrica de duas estalagmites paralelas únicas no mundo. Essa formação pode ser vista no último salão, chamado de Salão das Raridades. Nos outros salões é possível ver variados tipos de estalactites, estalagmite e cascatas de pedras calcárias, obras de arte da natureza que encantam os visitantes. O que prejudica a beleza natural das rochas são as luzes coloridas que usam para iluminar as galerias.

  • Todas as visitas são guiadas.

gruta rei do mato4

Como chegar sem carro? Partindo do centro, em frente ao CAT — Centro de Apoio ao Turista, pegue o ônibus “universitário” e peça ao motorista para deixar na portaria de acesso à gruta.

Funcionamento: todos os dias das 8h às 16h30

Ingresso: R$10 inteira / R$5 meia

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.