Pompeia: conhecendo as ruínas da cidade destruída pelo Vulcão Vesúvio

0
317

Imagina um museu que expusesse de modo exato e detalhado a vida de uma cidade inteira nos tempos da Roma Antiga. Imaginou? É Pompeia.

Pompeia é hoje um sítio arqueológico extraordinário, um dos mais importantes do mundo, aberto ao público e Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. É especial pelo excepcional estado de conservação, já que em 79 d.C. foi soterrada por uma chuva de cinzas cobrindo em seis metros de altura toda a cidade durante uma erupção do vulcão Vesúvio, ficando intacta até ser “reencontrada”.

Pompeia está localizada na região de Compania, província de Nápoles que fica ao sul da Itália, a um pouco mais de 200 km de Roma. Recebe mais de dois milhões de visitantes por ano e para chegar e conhecer esse lugar petrificado no tempo não é difícil.

Vamos lá, primeiro uma visitinha no site oficial www.pompeiisites.org, onde encontramos todas as informações iniciais como: horários de funcionamento, mapas para download, regras do sítio arqueológico e compra de ingressos. Na Porta Marina, na entrada para as ruínas cidade, você também encontra mapas em papel e áudio-guias à venda.

Antes de ir, alguns cuidados:

  • Tome um bom café da manhã e leve um lanche para passar o dia. Na portaria do sítio arqueológico tem um café com preços bem altos.
  • Leve uma garrafa de água. Você vai encontrar bicas para ir repondo a água. 
  • Vista roupas e sapatos confortáveis para um dia de caminhada em terreno irregular.
  • Leve protetor solar e chapéu no verão, capa de chuva no outono e casacos práticos no inverno.
  • Prepare-se para andar muito, em geral no inverno o lugar fica mais vazio, mas pode nevar, no verão é iluminado e lotado de visitantes.

Embarcando!

Para chegar em Pompéia, vindo de Roma ou Nápoles é de trem. Saindo de Roma e dependendo de qual linha você escolher, é uma viagem de uma a duas horas. Muitos fazem um bate-volta para conhecer Pompéia, eu fiz assim saindo de Nápoles. 

Já na Napoli Centrali a saída da linha suburbana que circunda o Vesúvio é na estação Garibaldi. São mais ou menos quarenta minutos de viagem. Atenção para o nome da estação, a Pompei Scavi – Villa dei Misteri, são quatro estações com Pompei no nome! Descendo na Pompei Scavi (Scavi de escavação), as ruínas estão à  5 minutos caminhando.

As passagens para todos os trens podem ser pesquisadas e compradas no site da Trenitalia. Melhor comprar com antecedência, de última hora pode sobrar apenas os horários ruins.

Chegando na Porta Marina, aconselho um mapa de papel, para complementar o baixado no celular. São 148 páginas disponíveis em 9 línguas, pena, não tem em português. Mas, o espanhol já ajuda demais. Outra vantagem do mapa de papel são as sugestões de roteiros, pode facilitar para os mais indecisos.

Pompéia é lindo gente, emocionante e misteriosa, não deixe de ir na Casa do Fauno, Villa dos Mistérios e Casa dos Vettii, mas na verdade todos os lugares são super interessantes. Voltaria lá vários dias para caminhar pelas ruínas, em uma verdadeira viagem no tempo.

O lugar é enorme, a paisagem deslumbrante e o Vesúvio imponente,  vale a pena se perder pelas ruínas. Mas não se perca perto do cair da noite, ok? Eu fiquei tão deslumbrada com o lugar que quase perdi o horário. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.