Santuário do Caraça, um refúgio de paz nas montanhas de Minas Gerais

11
578

“Só o Caraça vale toda a viagem à Minas Gerais”, disse Dom Pedro II ao passar por ali. O Santuário do Caraça é uma das 7 Maravilhas da Estrada Real cercado pela Serra do Espinhaço. A imponente construção do século XIX faz jus ao título. A história do Caraça começa com o português Irmão Lourenço de Nossa Senhora que chegou nas terras mineiras em 1770, para desenvolver trabalhos religiosos e sociais. Em 1779, construiu a pequena capela barroca de Nossa Senhora Mãe dos Homens e naquele local, sem saber, estaria deixando sua maior obra. Muito idoso, com dificuldades físicas e financeiras para dar continuidade ao projeto de construir um santuário religioso, Irmão Lourenço doou sua obra para a Coroa Portuguesa, na esperança que dessem continuidade ao seu sonho. Após sua morte, em 1819, Dom João VI doou a propriedade para a Congregação da Missão. Em 1820 dois Missionários Vicentinos do Rio de Janeiro fundaram no local o Colégio do Caraça, com a intenção de educar jovens seminaristas. Durante 148 anos de colegiado passaram mais de 10 mil meninos no Caraça, sendo considerado um dos melhores colégios do país. Em 1968 um incêndio colocou fim às atividades do colégio.

Santuário do Caraça

Hoje o Santuário do Caraça faz parte da RPPN — Reserva Natural do Patrimônio Particular Santuário do Caraça, administrado pela Congregação da Missão. Desde que o colégio deixou de funcionar o santuário foi reformado e algumas partes restauradas, para receber peregrinos e visitantes.

O Caraça possui uma área com mais de 12 mil hectares, sendo 10 mil reservados como área de conservação ambiental. Nos arredores do santuário encontram cachoeiras, piscinas naturais, grutas e várias trilhas.

O Santuário do Caraça me impressionou por sua simplicidade diante da grandiosidade natural e cultural que envolve o lugar. O Caraça é muito bem preservado e cada detalhe faz diferença: do café da manhã com ovos mexidos, na chapa do fogão a lenha, até os detalhes da pequena capela barroca que se transformou na primeira igreja gótica do Brasil.

satuario-caraca-mg-01

Santuário do Caraça

Visita do Lobo-guará 

Umas das atrações do santuário é ter a oportunidade de ver o lobo-guará. Ao anoitecer, o lobo sobe até o adro da igreja para comer frutas e carnes deixadas pelos padres. O animal é onívoro e por isso come de tudo. Esse ritual começou em 1982, quando as lixeiras do santuário começaram a aparecer reviradas. Os padres na ocasião, achavam que eram cachorros. Para tentar descobrir deixavam bandejas de carne em vários pontos do colégio e quando amanhecia, estavam todas mexidas. Começaram a observar e descobriram que não eram cachorros, e sim um lobo-guará. Com o tempo, foram aproximando as bandejas até chegar no lugar que está hoje.

Os lobos-guarás são solitários e territorialistas, na aérea do santuário existe apenas um casal. O acasalamento dos animais é entre abril e maio. Nesse período, macho e fêmea andam juntos e é comum ver dois lobos comendo na bandeja.

O lobo não tem hora para subir e comer, pode ser visto das 19h até o amanhecer. Para nossa sorte, ele apareceu por volta das 19h30. O lobo-gurá é um animal silvestre muito arisco e qualquer movimento brusco o espanta. Quando o lobo começa a se aproximar, o padre pede para que todos fiquem em silêncio até o animal se acostumar com a presença dos visitantes.

Os lobos são observados pelos padres e funcionários que anotam todos os horários de chegada, o comportamento e a quantidade de comida consumida. Esse cuidado, salvou uma fêmea em 2012 com grande tumor no pescoço. O animal foi capturado e após a cirurgia devolvido para a natureza.

satuario-caraca-mg-8

satuario-caraca-mg-7

satuario-caraca-mg-6

Pousada do Caraça

A hospedagem no Caraça é para pessoas que buscam um refúgio de paz e silêncio. Esqueça da correria da cidade e permita-se viver a harmonia que esse lugar proporciona. Eu ficaria facilmente durante dias no Caraça, apenas escrevendo, meditando e no final do dia, minha única obrigação seria contemplar o pôr-do-sol. O Santuário do Caraça convida ao descanso.

São 48 quartos, divididos por alas. A ala da Carapuça é uma das instalações mais novas. No entanto, a Ala da Santuário e Ala dos Irmãos são os quartos com a melhor vista: virados para o jardim e o pôr-do-sol. Os quartos sã0 simples, sem ar condicionado e televisão. A única modernidade é o frigobar. O preço de hospedagem é a partir de R$123/pensão completa. As reservas podem ser feitas pelo telefone: (31) 3837-1939.

no-petanimais domésticos não são permitidos

satuario-caraca-mg-13

satuario-caraca-mg-12

satuario-caraca-mg-10

satuario-caraca-mg-2

Museu e biblioteca 

O prédio que hoje abriga o museu e a biblioteca era o antigo colégio que foi incendiado em 1968. O museu no térreo foi montando com diversas peças de mobiliário usados na época. A biblioteca fica no segundo andar com um acervo riquíssimo, com 2.500 obras raras. O horário de funcionamento é de segunda a sexta sob solicitação, e sábado/domingo das 9h às 11h40 e das 13h40 às 16h40.

satuario-caraca-mg-4

satuario-caraca-mg-5

satuario-caraca-mg-1

Melhor época

Inverno (mai. a set.): as noites são mas frias e o clima é seco. Essa época é ideal para fazer as trilhas nos arredores. Agasalhos são recomendados em qualquer época do ano, pois a temperatura média anual é de 15ºC. 

Verão (out. a abr.): chuvas são frequentes nessa época. No verão o nível de água das cachoeiras aumentam e alguns poços são ótimos para banho.

satuario-caraca-mg-15

Como chegar

Belo Horizonte de carro (120km) — seguir pela BR 381, sentido Espírito Santo. Passar pelos trechos de Ravena, Caeté, Nova União, Bom Jesus do Amparo e Itabira. Seguir por mais 7 km e entrar à direita na MG 436 sentido para Barão de Cocais e Santa Bárbara. Passar o trevo de Barão de Cocais. Em Santa Bárbara seguir por mais 12 km na MG 129 até chegar em Catas Altas. De ônibus — Não é possível chegar direto até o Santuário do Caraça de ônibus. Saindo de BH você precisa pegar um ônibus até Santa Barbara ou Barão de Cocais (essa é a cidade mais próxima). De lá, contratar um táxi ou se tiver sorte, pode conseguir uma carona.

Booking.com

*O projeto Blogueiros na Estrada Real foi uma realização do Instituto Estrada Real, com organização do blog Dentro do Mochilão e o apoio da Bancorbrás. Outros seis blogueiros também participaram, são eles: Pé na EstradaViajando com ElesSegredos de ViagemTrilhas e AventurasTerritórios e Viagens Cinematográficas. Para acessar todo conteúdo nas redes sociais, utilize #BlogueirosnaER.

11 COMENTÁRIOS

  1. Cris sou estudante de Turismo e pesquisador da temática hospitalidade genuína. Gostaria de saber se pelas suas andanças você tem conhecimento de algum local, preferencialmente no Brasil, que receba pessoas ofertando-lhes hospedagem, alimentação de forma gratuita.
    Um abraço e parabéns pelo seu trabalho é muito bacana.

  2. lugar maravilhoso onde podemos encontrar a paz interior e curtir a natureza de uma forma muito especial .

    • Essa foto do alto foi no momento que cada um correu para um lado antes do sol ir embora. hehehe Foi muito especial passar a noite no Caraca e mais ainda conseguir ver o lobo. Grande abraço queridoooo!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.